PF deflagra operação para investigar responsáveis por queimadas no Pantanal

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta segunda-feira a Operação Matáá, para apurar a responsabilidade criminal pelas queimadas na região Pantanal Sul. Cerca de 31 agentes cumprem dez mandados de busca e apreensão

Polícia Federal
Polícia Federal (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta segunda-feira (14) a Operação Matáá, com o objetivo de apurar a responsabilidade criminal pelas queimadas na região Pantanal Sul. Cerca de 31 agentes cumprem dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá e Campo Grande. A reportagem é do jornal O Estado de S. Paulo.

As ordens judiciais foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Corumbá, para investigar supostos envolvidos com queimadas, que poderão responder pelos crimes de poluição, dano a floresta de preservação permanente, incêndio e dano direto e indireto a Unidades de Conservação, cujas penas somadas podem ultrapassar 15 anos de prisão. Mais de 25 mil hectares do bioma pantaneiro foram devastados, atingindo Áreas de Preservação Permanentes e os limites do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense e da Serra do Amolar, acrescenta a reportagem.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email