"Por muito menos, Lava Jato botou gente na cadeia", diz Pimenta sobre esquema de Flávio e Queiroz

"Lamentalvemente é como se eu tivesse feito uma profecia, eu já tinha dito 'quando investigar o Queiroz a chance do Bolsonaro sair ileso é zero. Quando investigar o Queiroz vai cair a casa'", diz o deputado federal Paulo Pimenta

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Paulo Pimenta comentou o escândalo de corrupção que envolve o clã-Bolsonaro, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabricio Queiroz e a milícia. Para o deputado, a situação da família do Planalto só se agrava.

Pimenta afirma, ao contrário do que é dito, que não é Flávio Bolsonaro o chefe da organização criminosa , e sim seu pai, Jair Bolsonaro. "Eu acho uma coisa covarde, deplorável que Jair Bolsonaro, o pai, que como todos nós sabemos é colega de quartel do Queiroz, são parceiros de farda e de crime por toda a vida, neste momento esteja tentando passar para o filho a responsabilidade das relações criminosas com Queiroz".

O deputado ainda pontuou que as denúncias sobre a união da família Bolsonaro com Queiroz para práticas ilícitas já era denunciada por ele há tempos. "Lamentalvemente é como se eu tivesse feito uma profecia, eu já tinha dito 'quando investigar o Queiroz a chance do Bolsonaro sair ileso é zero. Quando investigar o Queiroz vai cair a casa'. Ele é o elo entre as milícias e a família".

Ele ainda lembrou que a Operação Lava Jato já prendeu pessoas por situações muito menores do que a que está envolvido o clã-Bolsonaro. "Por muito menos, a Lava Jato botou gente na cadeia. As pessoas sempre perguntam: por que o Flávio não foi preso? Por que o Queiroz não foi preso? Por que as contas da dona Michelle não foram quebradas? Por que a dona Michelle ainda não foi depor? Por que não foi feita condução coercitiva? Porque a hora que fizer não vai ter escapatória, vai mostrar que o chefe da organiação criminosa é o próprio jair, que o Brasil está sendo comandado por uma organização perigosa, de milicianos perigosos, de milicianos que mandam matar qualquer um de nós".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247