Sucesso de Lula nas pesquisas racha campanhas de Bolsonaro e Ciro Gomes

Do lado de Bolsonaro, "o clima de fim de festa" já toma conta, segundo Tales Faria, do UOL. Já Ciro Gomes "reclama estar sendo abandonado por seu partido publicamente"

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Ciro Gomes
Jair Bolsonaro e Ciro Gomes (Foto: Reuters/P. Whitaker)


247 - As últimas pesquisas Ipec - de segunda-feira (19) - e Datafolha - de quinta-feira (22) - apontam para uma possível vitória do ex-presidente Lula (PT) no primeiro turno. O petista tem conseguido aproveitar a reta final da campanha eleitoral para virar votos e liquidar a fatura já na primeira etapa do pleito.

Segundo Tales Faria, do UOL , o sucesso de Lula nos levantamentos 'rachou' as campanhas de Jair Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT).

>>> Datafolha: Lula passa de 45% para 47% e aumenta a chance de vencer em primeiro turno. Bolsonaro segue com 33%

Do lado de Bolsonaro, "o clima de fim de festa" já toma conta da campanha. Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI) abandonou o barco e tirou férias para, segundo ele, se dedicar à campanha de aliados no Piauí. "Ciro Nogueira não admitiu publicamente, mas largou a eleição em meio a uma guerra com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ciro Nogueira acusa Guedes de ser o verdadeiro responsável pelas dificuldades de Bolsonaro. Tanto por ter demorado a aceitar a renovação e o aumento do Auxílio Brasil para R$ 600, como pelos contingenciamentos de verbas do Orçamento que arrefeceram o ânimo dos cabos eleitorais bolsonaristas nos estados. Guedes, por sua vez, responsabiliza Ciro pela proximidade do naufrágio. Segundo ele tem dito no governo, o chefe da Casa Civil atuou o tempo inteiro para detonar a política econômica, já que estava menos preocupado com a reeleição de Bolsonaro do que em liberar verbas para a eleição de parlamentares do centrão", relata Faria.

Já na campanha de Ciro, o ambiente é de insatisfação do candidato com o próprio partido. "Ele reclama estar sendo abandonado por seu partido publicamente. Nomes históricos da legenda já anunciaram adesão à campanha de Lula para o Planalto, ao mesmo tempo que responsabilizam o marqueteiro João Santana pelo 'tom bolsonarista' dos ataques do candidato a Lula", informa o jornalista.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, confessa a aliados não haver solução para o caso de Ciro. Ele já está fora do páreo. "Agora é tocar o barco", diz Lupi, que não vê como abrir mão do candidato neste momento.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email