Temer recebe no Planalto homem apontado como chefe da máfia chinesa

Michel Temer sancionou uma lei aprovada pelo Congresso que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil e, na cerimônia, tirou fotos com Mário Yê Sui Yong, que "comanda de São Paulo os braços do esquema que alimenta o contrabando e a venda de produtos piratas no Brasil (pirataria)", conforme relato de Pedro Zambarba, no DCM

Michel Temer sancionou uma lei aprovada pelo Congresso que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil e, na cerimônia, tirou fotos com Mário Yê Sui Yong, que "comanda de São Paulo os braços do esquema que alimenta o contrabando e a venda de produtos piratas no Brasil (pirataria)", conforme relato de Pedro Zambarba, no DCM
Michel Temer sancionou uma lei aprovada pelo Congresso que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil e, na cerimônia, tirou fotos com Mário Yê Sui Yong, que "comanda de São Paulo os braços do esquema que alimenta o contrabando e a venda de produtos piratas no Brasil (pirataria)", conforme relato de Pedro Zambarba, no DCM (Foto: Leonardo Lucena)

247 - Michel Temer sancionou nesta terça-feira (26) uma lei aprovada pelo Congresso que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil e, na cerimônia, recebeu o deputado Fausto Pinato, do PP de São Paulo, que apresentou o projeto, e um convidado muito especial. Temer tirou fotos com um homem chamado Mário Yê Sui Yong, que "comanda de São Paulo os braços do esquema criminoso que alimenta o comércio do contrabando e a venda de produtos falsificados no Brasil (pirataria)", conforme relato de Pedro Zambarba, no Diario do Centro do Mundo.

"A face mais popular dos negócios de Mário Yê, conhecido pelo apelido de 'Cabeça do Dragão', está no comércio ilegal da Rua 25 de Março e a Feira da Madrugada", continua ele. "O Estadão e outros veículos da grande mídia noticiaram o evento que envolveu o titular da presidência da República com representantes chineses, afirmando que até a própria Embaixada da China estava presente na cerimônia. Ninguém ressaltou o cumprimento de Temer com o líder da máfia chinesa", afirma Zambarba.

Leia a íntegra no DCM

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247