Vanessa Grazziotin critica governador do AM e lamenta colapso em Manaus: "é inacreditável, já vivemos isso ano passado"

“Nenhuma medida ele adotou para preparar o sistema de saúde para receber as pessoas, que estão morrendo sem assistência. Não tem medicamento, não tem profissional, não tem oxigênio”, criticou a ex-senadora Vanessa Grazziotin

Vanessa Grazziotin
Vanessa Grazziotin (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) criticou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), pelo colapso do sistema de saúde no estado. “É inacreditável porque nós já vivemos isso no ano passado”, afirmou.

O governador até anunciou um lockdown em dezembro, mas não se botou pressão, porque não tem autoridade e voltou atrás”, afirmou a ex-senadora. “Nenhuma medida ele adotou para preparar o sistema de saúde para receber as pessoas, que estão morrendo sem assistência. Não tem medicamento, não tem profissional, não tem oxigênio”, criticou. 

A senadora ressaltou que “todas e todos em Manaus perdem pessoas”. “Agora é hora de solidariedade, precisamos nos unir para ajudarmos uns aos outros. Depois que tudo passar, depois que a vacina vier - aliás, já era para estar aqui não fosse o presidente da República - depois disso tudo a gente precisa conversar sobre o governo do Amazonas, sobre o presidente da República, porque não é mais possível continuar vivendo do jeito que nós estamos”, reforçou.

Acabou o oxigênio nos hospitais de Manaus e as pessoas doentes de Covid-19 estão morrendo sufocadas.  "Estão relatando efusivamente que o oxigênio acabou em instituições como o Hospital Universitário Getúlio Vargas e serviços de pronto atendimento, como o SPA José de Jesus Lins de Albuquerque", diz o pesquisador Jesem Oerellana, da Fiocruz-Amazônia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email