Weintraub revela mais uma vez sua ignorância na língua portuguesa e escreve “descente”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu equivocadamente a palavra "descente", em vez de "decente", em seu Twitter. Não é a primeira vez que o ministro escorrega na ortografia, ele já cometeu erros como "paralização" e "suspenção"

(Foto: Divulgação)

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a cometer erros na escrita da língua portuguesa. Depois de "paralização", em vez de "paralisação", e "suspenção", no lugar de "suspensão", o ministro respondeu à deputada federal Carla Zambeli no Twitter utilizando a palavra "descente", em um contexto no qual deveria usar "decente".

O tropeço de Weintraub na gramática ocorreu em conversa com Zambelli no Twitter no último domingo (08). A deputada parabenizava o ministro por seu posicionamento acerca do episódio em que a página oficial do G1, do grupo Globo, ofendia um garoto que esteve ao lado de Jair Bolsonaro durante seu desfile em comemoração ao Dia da Independência, sete de setembro.

Weintraub escreveu: "Cara Carla, uma pessoa descente teria feito isso imediatamente".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247