Doria diz que por culpa de Bolsonaro estão travados na China insumos para 18 milhões de doses da Coronavac

Governador de São Paulo, João Doria, afirmou que insumos necessários à produção de 18 milhões de doses da vacina CoronaVac estão retidos na China por "problemas diplomáticos" causados por Jair Bolsonaro e aliados

www.brasil247.com -
(Foto: Agência Brasil)


247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que 10 mil litros de insumos necessários à produção da vacina CoronaVac estão retidos na China à espera de autorização necessária para serem enviadas ao Brasil. O volume é suficiente para produzir 18 milhões de doses da vacina contra a Covid19. Ainda segundo Doria, o atraso se deve a problemas diplomáticos causados pelo governo federal, como os recentes ataques de Jair Bolsonaro ao país asiático

"Temos o temor [de atrasar a vacinação]. Faltam insumos. Por quê? Porque o governo da China não autorizou o embarque. Temos 10 mil litros prontos e aguardando a liberação do governo da China. São 18 milhões de doses. É muito necessário para o Brasil. É um problema diplomático, um problema que se dá pelas manifestações sucessivas erráticas e desnecessárias pelo governo federal, do presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e seus ministros", disse Doria nesta segunda-feira (10), de acordo com reportagem do UOL

Os insumos estão guardados em refrigeradores da indústria farmacêutica Sinovac BioNTech, que desenvolve o imunizante na China. A redução da oferta da CoronaVac vem atrasando a aplicação da segunda dose em pessoas que já receberam a primeira dose no Brasil. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na semana passada, Jair Bolsonaro insinuou que o coronavírus poderia ter sido criado em laboratório pela China como parte de uma guerra “química, biológica e radiológica”. De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, a paralisação no fornecimento do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), necessário para a produção da CoronaVac, poderá atrasar o cronograma de vacinação a partir de junho. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email