HOME > CPI Covid

Alessandro Vieira retira pedido de indiciamento do senador Carlos Heinze

Mais cedo o senador senador Alessandro Vieira pediu ao relator da CPI da Covid a inclusão do senador governista Luis Carlos Heinze (PP-RS) na lista daqueles que terão seu indiciamento pedido pelo relatório final. O recuo aconteceu após o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, sugerir que os senadores reavaliassem a proposta de indiciamento

Luis Carlos Heinze (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) retirou o pedido de inclusão do senador governista e negacionista Luis Carlos Heinze (PP-RS) da lista daqueles que terão seu indiciamento pedido pelo relatório final do colegiado.

Mais cedo, o próprio senador foi quem sugeriu incluir o nome de Heinze sob a acusação de disseminar fake news.

"Ele repete reiteradamente a mentira para desinformar o cidadão", disse Vieira após Heinze ler seu voto paralelo na comissão.

A decisão causou muita discussão entre os senadores. Após a suspensão da sessão para ordem do dia no plenário do Senado, parlamentares governistas pressionaram e o próprio senador Omar Aziz, presidente da  CPI, teria defendido a retirada.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (MG), disse que nunca interferiu e não vai interferir nos trabalhos da CPI da Covid, mas considera um “excesso” a inclusão de Heinze na lista de pedidos de indiciamento.

Ao pedir a retirada, Vieira deixou claro que não concordava com a retirada, mas acatou o pedido dos senadores. ""Não se gasta vela boa com defunto ruim. Essa CPI fez um trabalho, prestou um serviço ao Brasil, muitíssimo relevante. Eu não posso a essa altura colocar em risco nenhum pedaço desse serviço por conta de mais um parlamentar irresponsável. Então peço a vossa excelência que faça a retirada [do nome do senador Heinze dos indiciados]", afirmou o senador Alessandro Vieira.

O relator Renan Calheiros (MDB-AL) aceitou o pedido. Com isso, o relatório agora fica com 80 pedidos de indiciamento: 78 pessoas e duas empresas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: