Humberto Costa pedirá que CPI notifique companhia aérea que deixou Bolsonaro entrar em avião

Nesta sexta-feira, Bolsonaro entrou de surpresa em uma avião no aeroporto de Vitória, no Espírito Santo, causando aglomeração. Diversos passageiros reagiram com protestos

Bolsonaro em voo de Vitória, ES
Bolsonaro em voo de Vitória, ES (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O senador Humberto Costa (PT-PE), titular da CPI que apura as omissões do governo Bolsonaro no combate à pandemia, a CPI do Genocídio, informou nesta sexta-feira (11) que vai pedir à comissão que a companhia aérea Azul seja notificada por conta da “aparição” de Jair Bolsonaro em um de seus voos, pouco antes da decolagem, no aeroporto de Vitória (ES).

No início da tarde, o presidente resolveu entrar no avião para cumprimentar tripulação e passageiros. Muitos hostilizaram o titular do Palácio do Planalto com gritos de “fora, Bolsonaro” e “genocida”, ao que ele respondeu: “Quem está falando ‘fora Bolsonaro’ deveria estar é de jegue viajando, né? ‘Fora Bolsonaro’ tem que estar viajando de jegue, não de avião, é ou não é? Para ser solidário ao candidato deles”.

Leia a íntegra na Fórum.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email