Mc Mylon leva denúncia de estupro contra Anderson Leonardo à TV: 'Me agrediu, me bateu'

"Ele me agrediu, ele me bateu", disse o cantor, ao acusar Anderson Leonardo, do grupo Molejo, de estupro. "Sim eu fui (estuprado), porque a palavra não é não"

Mc Mylon (camisa preta) sendo entrevistado pelo repórter Roberto Cabrini e Anderson Leonardo, do grupo Molejo, à direita
Mc Mylon (camisa preta) sendo entrevistado pelo repórter Roberto Cabrini e Anderson Leonardo, do grupo Molejo, à direita (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cantor Mc Mylon levou sua acusação contra Anderson Leonardo, do grupo Molejo, para a televisão, após denunciar o artista por estupro na 33ª Delegacia de Polícia em Sulacap, no Rio de Janeiro. Mylon, de 21 anos, concedeu entrevista ao repórter Roberto Cabrini, no programa Domingo Espetacular, da Record, que será transmitida neste próximo domingo (14). 

"Ele me agrediu, ele me bateu", contou o Mc ao jornalista Roberto Cabrini. "Sim eu fui (estuprado), porque a palavra não é não. Ele me agrediu, ele me bateu", disse.

Após a denúncia, o vocalista do Molejo negou que houve estupro, dizendo que houve relação consensual. Ele afirma ter tido apenas um encontro íntimo com o rapaz, que passou a tentar extorqui-lo. 

Mc Mylon disse que tentou uma colaboração por parte do artista, mas não teve sucesso. Depois partiu fez uma denúncia formal. "Eu só queria que ele pagasse meus exames, porque eu sabia que, denunciando ele, isso tudo ia acontecer na minha vida. Eu não tenho mais vida!", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email