Bolsonaro confirma que irá entregar Embraer

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, 10, que não irá se opor à venda, na prática, da Embraer pela Boeing; "Reunião com representantes do Ministérios da Defesa, Ciência e Tecnologia, Rel. Ext. e Economia sobre as tratativas entre Embraer (privatizada em 1994) e Boeing. Ficou claro que a soberania e os interesses da Nação estão preservados. A União não se opõe ao andamento do processo", disse Bolsonaro pelo Twitter

Bolsonaro confirma que irá entregar Embraer
Bolsonaro confirma que irá entregar Embraer

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse em sua conta no Twitter nesta quinta-feira que a União não se opõe ao andamento do processo de fusão entre Boeing e Embraer, após participar de reuniões com ministros para avaliar o acordo entre as duas fabricantes de aeronaves.

“Reunião com representantes da Defesa, da Ciência e Tecnologia, Relações Exteriores e Economia sobre as tratativas entre Embraer (privatizada desde 1994) e Boeing. Ficou claro que a soberania e os interesses da nação estão preservados. A União não se opõe ao andamento do processo”, escreveu o presidente.

Apesar de a Embraer ser uma empresa privada, o governo brasileiro detém uma “golden share” na companhia, que lhe dá poder de veto em decisões da empresa.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247