Dívida dispara e mídia se cala, diz Pochmann

Márcio Pochmann critica silêncio da mídia com o caos fiscal produzido pelo golpe

Data: 03/05/2011Editoria: BrasilReporter: Paulo de TarsoPauta: Apresentacao do programa de combate a miseria pela Ministra do Desenvolvimento Social.Personagem: Marcio Pochmann, IPEAFoto: Ruy Baron/Valor
Data: 03/05/2011Editoria: BrasilReporter: Paulo de TarsoPauta: Apresentacao do programa de combate a miseria pela Ministra do Desenvolvimento Social.Personagem: Marcio Pochmann, IPEAFoto: Ruy Baron/Valor (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – “Neoliberalismo e desordem nas finanças públicas: no governo FHC, a dívida líquida do setor público saltou de 30% para 59,9% do PIB e no governo Temer subiu de 39,2% para 52% do PIB, enquanto nos governos Lula/Dilma decresceu de 59,9% para 39,2%. Silêncio da mídia e do rentismo”. Economista Márcio Pochmann foi presidente do Ipea.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247