Economistas divulgam manifesto em apoio a Dilma

Entre os nomes que assinam o documento estão os de Luiz Gonzaga Belluzzo, Luiz Carlos Bresser-Pereira, Márcio Pochmann e Maria da Conceição Tavares; acadêmicos dizem declarar voto na presidente "para o Brasil continuar avançando, com democracia e desenvolvimento econômico para todos"; segundo eles, País vive hoje "uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade"

Entre os nomes que assinam o documento estão os de Luiz Gonzaga Belluzzo, Luiz Carlos Bresser-Pereira, Márcio Pochmann e Maria da Conceição Tavares; acadêmicos dizem declarar voto na presidente "para o Brasil continuar avançando, com democracia e desenvolvimento econômico para todos"; segundo eles, País vive hoje "uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade"
Entre os nomes que assinam o documento estão os de Luiz Gonzaga Belluzzo, Luiz Carlos Bresser-Pereira, Márcio Pochmann e Maria da Conceição Tavares; acadêmicos dizem declarar voto na presidente "para o Brasil continuar avançando, com democracia e desenvolvimento econômico para todos"; segundo eles, País vive hoje "uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Um vasto grupo de economistas divulgou um manifesto em que ressaltam o bom momento vivenciado pelo Brasil atualmente e declarando voto na presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição.

Entre os acadêmicos, estão as assinaturas de Luiz Gonzaga Belluzzo, Luiz Carlos Bresser-Pereira, Márcio Pochmann, Maria da Conceição Tavares e Ladislau Dowbor, entre muitos outros, além dos ministros Guido Mantega, Aloizio Mercadante e do senador Eduardo Suplicy.

No documento, eles afirmam que "o Brasil está vivendo uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade no País". Segundo os economistas, "mesmo no contexto econômico global mais adverso dos últimos tempos, o governo Dilma manteve seu foco no aumento do bem-estar da população".

"O que está em jogo nesta eleição é a volta ao passado ou a continuidade do modelo que abre as portas do futuro", dizem os acadêmicos, que defendem o voto em Dilma para que "o Brasil continuar avançando, com democracia e desenvolvimento econômico para todos". Leia aqui a íntegra do manifesto e confira as assinaturas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email