Emprego na construção pesada regride para 2008

Atingidas diretamente pela Lava Jato, sete das maiores empreiteiras do Brasil não obtiveram nenhum contrato em 2015 com a União e os Estados; Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, OAS, Galvão Engenharia e Constran têm pelo menos 31% de suas receitas no Brasil provenientes de obras públicas; cenário contribui para o aumento do desemprego em um dos setores mais intensivos em mão de obra: 175 mil vagas na construção pesada foram eliminadas no ano passado;  contingente recuou para os níveis mais baixos desde 2008

Atingidas diretamente pela Lava Jato, sete das maiores empreiteiras do Brasil não obtiveram nenhum contrato em 2015 com a União e os Estados; Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, OAS, Galvão Engenharia e Constran têm pelo menos 31% de suas receitas no Brasil provenientes de obras públicas; cenário contribui para o aumento do desemprego em um dos setores mais intensivos em mão de obra: 175 mil vagas na construção pesada foram eliminadas no ano passado;  contingente recuou para os níveis mais baixos desde 2008
Atingidas diretamente pela Lava Jato, sete das maiores empreiteiras do Brasil não obtiveram nenhum contrato em 2015 com a União e os Estados; Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, OAS, Galvão Engenharia e Constran têm pelo menos 31% de suas receitas no Brasil provenientes de obras públicas; cenário contribui para o aumento do desemprego em um dos setores mais intensivos em mão de obra: 175 mil vagas na construção pesada foram eliminadas no ano passado;  contingente recuou para os níveis mais baixos desde 2008 (Foto: Roberta Namour)

247 – Atingidas diretamente pela Lava Jato, sete das maiores empreiteiras do Brasil não obtiveram nenhum contrato em 2015 com a União e os Estados. Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, OAS, Galvão Engenharia e Constran têm pelo menos 31% de suas receitas no Brasil provenientes de obras públicas.

O cenário contribui para o aumento do desemprego em um dos setores mais intensivos em mão de obra: 175 mil vagas na construção pesada foram eliminadas no ano passado. Com isso, o contingente de empregados recuou para os níveis mais baixos desde 2008, segundo reportagem de Daniel Rittner.

As empresas também sofrem agora com atrasos de pagamento e uma sequência de rescisões contratuais. É o caso da Andrade Gutierrez, que empresa saiu do consórcio da Usina Nuclear de Angra 3 e rescindiu o contrato para a execução de um dos lotes da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) – leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247