Gazprom suspende envio de gás para a Europa por gasoduto que atravessa a Polônia

Anúncio foi feito após a Rússia impor sanções a várias empresas, incluindo a EuRoPol Gaz, proprietária da seção polonesa do gasoduto Yamal, em função da guerra na Ucrânia

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters/Dado Ruvic)


247 - A Gazprom, estatal russa do setor de energia,  anunciou que irá suspender as operações de envio de gás russo pelo gasoduto “Yamal”, que atravessa a Polônia, o que deverá aumentar o risco de uma crise energética na Europa. O anúncio foi feito após o Kremlin impor sanções a várias empresas estrangeiras, incluindo a EuRoPol Gaz, proprietária da seção polonesa do gasoduto, em função da guerra na Ucrânia.

“Foi estabelecida uma proibição de transações e pagamentos a favor de pessoas sob sanções, em particular, para a Gazprom, isso significa a proibição do uso de um gasoduto de propriedade da EuRoPol Gaz para transportar gás russo através da Polônia”, disse um representante da Gazprom, de acordo com a CNN Brasil

No mês passado, a Gazprom interrompeu o fornecimento à empresa de gás polonesa PGNiG e à Bulgargaz, da Bulgária, após elas se recusarem a quitar os contratos em rublos em vez de euros ou dólares. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta semana, a operadora ucraniana OGTSU anunciou que interromperia mais entregas a partir da quarta-feira (11), devido à presença dos “ocupantes russos” em uma seção do gasoduto na região de Lugansk.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email