Recuperação econômica global completa é improvável em 2021, diz FMI

Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, disse que o Fundo deve rever para baixo sua previsão de uma contração de 3% no PIB em 2020, com apenas uma recuperação parcial esperada para o próximo ano

Kristalina Georgieva, do FMI
Kristalina Georgieva, do FMI (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A economia global levará muito mais tempo para se recuperar totalmente do choque causado pelo novo coronavírus do que o inicialmente esperado, disse a chefe do Fundo Monetário Internacional, ao mesmo tempo em que enfatizou o perigo do protecionismo.

A diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, disse que o Fundo deve rever para baixo sua previsão de uma contração de 3% no PIB em 2020, com apenas uma recuperação parcial esperada para o próximo ano, em vez da alta de 5,8% inicialmente projetada.

Em entrevista à Reuters, ela disse que os dados de todo o mundo vieram piores do que o esperado. “Obviamente, isso significa que levaremos muito mais tempo para ter uma recuperação completa dessa crise”, disse ela em entrevista. Ela não deu uma data-alvo específica para a recuperação.

Em abril, o credor global previu que os fechamentos de empresas e isolamentos para retardar a propagação do vírus levariam o mundo à recessão mais profunda desde a Grande Depressão dos anos 1930, mas dados desde então apontam para “mais más notícias”, disse Georgieva mais cedo este mês.

O FMI deve divulgar novas projeções globais em junho.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247