Temer prepara "bondades" ao Congresso para garantir votações

Interino Michel Temer quer agilizar a liberação do saldo de emendas parlamentares e as nomeações pendentes para presidências e diretorias de empresas públicas de indicados pela base aliada para garantir a aprovação de propostas econômicas de interesse do governo e a confirmação do impeachment da presidente Dilma Rousseff; intenção é evitar que queixas da base aliada por cargos e recursos gerem impactos na pauta legislativa para o segundo semestre, considerada essencial na tentativa do governo ganhar legitimidade para continuar no cargo

Brasília, DF, Brasil: O Presidente interino Michel Temer se reúne com líderes partidários da Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília, DF, Brasil: O Presidente interino Michel Temer se reúne com líderes partidários da Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)

247 – O governo interino de Michel Temer prepara uma espécie de "pacote de bondades" para o Congresso Nacional em troca da aprovação de propostas econômicas de interesse do governo e da confirmação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A intenção do Planalto é evitar que queixas da base aliada por cargos e recursos gerem impactos na pauta legislativa para o segundo semestre, considerada essencial na tentativa do presidente interino de ganhar legitimidade para continuar no cargo, segundo reportagem de Gustavo Uribe.

A ordem é que a equipe econômica acelere no início de agosto a liberação do saldo de emendas parlamentares para obras de infraestrutura que já foram contratadas.

Além disso, Temer teria pedido para selecionar propostas que tenham impacto positivo nos cofres públicos, como o texto que permite a venda para o mercado de dívidas ativas, a chamada securitização.

O presidente interino também quer agilizar as nomeações pendentes para presidências e diretorias de empresas públicas de indicados pela base aliada (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247