Dino: esta eleição marca a luta da democracia contra o autoritarismo

"Lula é quem reúne as melhores condições para derrotar Bolsonaro", diz o ex-governador do Maranhão

www.brasil247.com - Flávio Dino, Lula e Bolsonaro
Flávio Dino, Lula e Bolsonaro (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Ricardo Stuckert | Reuters)


247 – O ex-governador do Maranhão, Flávio Dino, que deixou o cargo para concorrer ao Senado, afirmou, em entrevista ao jornalista Leonardo Attuch, editor da TV 247, que as eleições presidenciais de 2022 serão as mais importantes de nossa história. "Esta eleição marca a luta da democracia contra o autoritarismo", disse ele, que veio a São Paulo para o lançamento da chapa Lula-Alckmin, no último dia 7 de maio. "Alckmin enfatizou a questão democrática em seu discurso, enquanto Lula destacou a soberania e a questão nacional. A questão nacional e a questão democrática são os pilares centrais da reconquista do Brasil", acrescentou.

Dino afirmou que o golpismo de Jair Bolsonaro não pode ser subestimado. "A estratégia golpista está em seus atos preparatórios. Bolsonaro já tentou o golpe e tentará novamente. Ele perderá a eleição, mas tentará o golpe", alertou. Por isso mesmo, Dino enfatizou a importância da união contra o fascismo e o autoritarismo. "Lula é quem reúne as melhores condições para derrotar o Bolsonaro. A vitória depende de setores que não são da esquerda política. Nossa campanha deve ser mais ampla do que a esquerda", afirmou.

A inocência de Lula

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-governador também destacou que o melhor argumento contra Bolsonaro é seu próprio governo. "Bolsonaro não tem trabalho, não tem agenda, só tem baderna. Os investimentos dependem de segurança jurídica", disse ele. Sobre este tema, ele também acrescentou que o Brasil pagou um custo altíssimo pela violência jurídica da Lava Jato. "Há uma falsa polêmica sobre se Lula é inocente ou não", disse ele. "Ele não é sequer acusado de algo". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-governador maranhense também falou sobre a importância da eleição parlamentar. "Teremos um Congresso mais progressista do que o atual, com melhor governabilidade para o presidente Lula", afirmou. "Temos que acabar com a bandalheira do orçamento secreto", acrescentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email