“A desfaçatez venceu a vergonha”, diz Correia sobre blindagem a Aécio

O deputado estadual Rogério Correia (PT), de Minas Gerais, criticou a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR), que desistiu da complementação da delação da empreiteira Andrade Gutierrez; "A desfaçatez venceu a vergonha. Como não tem Lula na delação, salvam Aécio na corrupção", comentou o parlamentar no Twitter

O deputado estadual Rogério Correia (PT), de Minas Gerais, criticou a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR), que desistiu da complementação da delação da empreiteira Andrade Gutierrez; "A desfaçatez venceu a vergonha. Como não tem Lula na delação, salvam Aécio na corrupção", comentou o parlamentar no Twitter
O deputado estadual Rogério Correia (PT), de Minas Gerais, criticou a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR), que desistiu da complementação da delação da empreiteira Andrade Gutierrez; "A desfaçatez venceu a vergonha. Como não tem Lula na delação, salvam Aécio na corrupção", comentou o parlamentar no Twitter (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT) criticou a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR), que desistiu da complementação da delação da Andrade Gutierrez.

"A desfaçatez venceu a vergonha. Como não tem Lula na delação, salvam Aécio na corrupção", disse o parlamentar no Twitter.

A desistência ocorreu após procuradores questionarem se haveria relatos de crime envolvendo o ex-presidente Lula e receberem um não como resposta, de acordo com reportagem de Mario Cesar Carvalho na Folha de S.Paulo.

A avaliação da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e em Brasília é que, sem Lula e sem teles, a complementação da delação da Andrade Gutierrez traria poucas novidades.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247