ACM: arrecadação da União deve ser reduzida

"Hoje, todos sabem que há uma concentração excessiva de recursos no governo federal em detrimento das finanças municipais. Daí porque muitas cidades estão sem condições de prestar a contento os serviços públicos à população, pois fica cada vez mais difícil sobrar dinheiro para investir em projetos e obras estruturantes", disse o prefeito de Salvador em evento da Frente Nacional de Prefeitos

ACM: arrecadação da União deve ser reduzida
ACM: arrecadação da União deve ser reduzida
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O prefeito ACM Neto (DEM) foi à Câmara Federal ontem defender ações por parte do Congresso e do governo federal que reduzam a concentração da arrecadação tributária na União e garantam mais recursos para os municípios.

"Hoje, todos sabem que há uma concentração excessiva de recursos no governo federal em detrimento das finanças municipais. Daí porque muitas cidades estão sem condições de prestar a contento os serviços públicos à população, pois fica cada vez mais difícil sobrar dinheiro para investir em projetos e obras estruturantes", afirmou o prefeito.

O democrata participou do encontro organizado pela Frente Nacional de Prefeitos que elaborou uma carta entregue aos presidentes da Câmara e do Senado, os peemedebistas Henrique Eduardo Alves e Renan Calheiros, respectivamente, cobrando aprovação de medidas que fortaleçam os investimentos nas cidades, garantam o equilíbrio fiscal e melhorem a qualidade de vida das pessoas, especialmente as que vivem nas capitais. O encontrou reuniu prefeitos de 14 capitais.

ACM afirmou que o primeiro passo para melhorar a situação dos municípios é reivindicar junto ao Congresso e ao governo federal que todo tipo de desoneração tributária seja acompanha de medidas compensatórias aos municípios.

"Não temos mais como desequilibrar essa correlação de forças que já é desigual. Da mesma maneira, é preciso que a Câmara e o Senado reflitam sobre a necessidade de ampliar a base do FPM (Fundo de Participação dos Municípios)".

O prefeito também cobrou mais recursos para a saúde. "É muito mais fácil implantar uma UPA do que mantê-la".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email