Advogado morre vítima de acidente com ultraleve na zona rural de Palmas

Um ultraleve caiu na zona rural de Palmas a cerca de 100 metros de uma pista particular em um sítio próximo à TO-010; quem morreu foi o advogado José Simone Nastari, de 63 anos, ficou preso às ferragens e foi carbonizado pelas chamas, que consumiram o ultraleve; de acordo com a OAB, Nastari tinha inscrição originária na Ordem de São Paulo e inscrição suplementar no Tocantins, e advogava desde 2000; instituição lamentou o acidente

Um ultraleve caiu na zona rural de Palmas a cerca de 100 metros de uma pista particular em um sítio próximo à TO-010; quem morreu foi o advogado José Simone Nastari, de 63 anos, ficou preso às ferragens e foi carbonizado pelas chamas, que consumiram o ultraleve; de acordo com a OAB, Nastari tinha inscrição originária na Ordem de São Paulo e inscrição suplementar no Tocantins, e advogava desde 2000; instituição lamentou o acidente
Um ultraleve caiu na zona rural de Palmas a cerca de 100 metros de uma pista particular em um sítio próximo à TO-010; quem morreu foi o advogado José Simone Nastari, de 63 anos, ficou preso às ferragens e foi carbonizado pelas chamas, que consumiram o ultraleve; de acordo com a OAB, Nastari tinha inscrição originária na Ordem de São Paulo e inscrição suplementar no Tocantins, e advogava desde 2000; instituição lamentou o acidente (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - Um ultraleve caiu na zona rural de Palmas na tarde deste domingo (20), a cerca de 100 metros de uma pista particular em um sítio próximo à TO-010. Quem morreu foi o advogado José Simone Nastari, de 63 anos, ficou preso às ferragens e foi carbonizado pelas chamas, que consumiram o ultraleve. O piloto da aeronave sobreviveu e foi resgatado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Palmas.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos deverá enviar nesta segunda-feira (21) uma equipe a Palmas com o objetivo de periciar o local do acidente.

A Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins (OAB-TO) lamentou a morte do advogado. De acordo com a OAB, José Nastari tinha inscrição originária na Ordem de São Paulo e inscrição suplementar no Tocantins, e advogava desde 2000. “Neste momento de dor imensurável, a OAB-TO reforça votos de força a todos os familiares e amigos de José Nastari”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247