Bancada marconista votou a favor do impeachment

Todos os deputados federais que integram a base de apoio ao governo estadual votaram a favor do prosseguimento impeachment; “Eu disse no meu relatório que o povo do meu Estado, que o povo brasileiro, que a juventude merece uma nova chance. Essa é a nova chance. Eu voto sim”, disse Jovair Arantes, autor do relatório sobre o impeachment; nas redes sociais, governador Marconi Perillo escreveu que "uma nova página precisa ser escrita a partir de agora. Reformas efetivas e profundas na política e economia são urgentes e Brasília precisa colocar em prática medidas que empurrem o Brasil de novo para a rota do desenvolvimento"

jovair
jovair (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Dos 17 deputadores federais de Goiás, apenas o petista Rubens Otoni votou contra o prosseguimento do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Os outros 16 votaram sim. Todos os deputados goianos que integram a base apoio ao governador Marconi Perillo também optaram pelo sim.

Goiás foi destaque durante a sessão. O primeiro deputado a discursar foi o relator Jovair Arantes, que mais uma vez reforçou as teses de seu documento que encaminhou o processo de impeachment.

No púlpito, na hora do voto, Jovair empunhava a bandeira de Goiás. "Eu disse no meu relatório que o povo do meu Estado, que o povo brasileiro, que a juventude merece uma nova chance. Essa é a nova chance. Eu voto sim”.

Veja abaixo o que disseram os deputados da base marconista:

Alexandre Baldy (PTN): “Momento histórico que vivo e agradeço a Deus por ajudar o meu país. Por toda minha família e nação, pela minha cidade, o meu voto é sim”.

Célio Silveira (PSDB): “Pela minha querida Luziânia e entorno de Brasília, que tanto precisam de ação governamental, pelo bravo e honrado povo de Goiás. Muda Brasil, sim ao impeachment”.

Delegado Waldir (PR): “Pátria amada, seu filho delegado Waldir não foge à luta. Por ti Goiás, pelo nosso pais, por Deus, pela nossa família de bem, meu voto é sim. Fora Dilma, fora Lula, fora PT”.

Fábio Sousa (PSDB): "Pela minha família, meus filhos, esposa, pelo meu estado de Goiás, pelo futuro do Brasil eu digo sim e viva o Brasil".

Flávia Morais (PDT): “Que Deus abençoe nosso país. Atendendo ao apelo do nosso povo, meu voto é sim”.

Giuseppe Vecci (PSDB): “Com esperança na retomada do desenvolvimento do país, de Goiás eu voto sim”.

Heuler Cruvinel (PSD): “Por um Brasil melhor e mais decente, pelo futuro dos nossos filhos, pelo fim da corrupção e fichas sujas eu voto sim”.

João Campos (PRB): “Na defesa do estado democrático de direito, contra corrupção e impunidade, violência e insegurança, na defesa da vida e da família, por Goiás, pelo Brasil, minha família e pela dignidade do povo brasileiro, por esperança e dias melhores, meu voto é sim”.

Magda Mofatto (PR): “Por uma nação livre, pelos trabalhadores do Brasil, pelo nosso querido Estado de Goiás, pela minha querida Caldas Novas, por todos os que confiaram em mim, pelos 120 mil eleitores que puseram meu nome na urna, meu voto é sim”.

Marcos Abrão (PPS): “Por todos aqueles que não têm aonde morar. Por todos os brasileiros que tiveram seus sonhos frustrados e por todas as famílias o meu Estado de Goiás. Minha filha, você vai crescer num país melhor do que seu pai, meu voto é sim”.

Roberto Balestra (PP): “Pela coerência de oito mandatos aqui nessa casa, pela segunda vez votando pelo impeachment, pela minha mãe que est em casa já com seus 93 anos, pela minha família, esposa, filhos, netos eu voto pelo impeachment”.

Thiago Peixoto (PSDB): “Senhor presidente, impeachment não é golpe. Toda democracia sólida possibilita o impeachment. Será o primeiro passo para o resgate do nosso país. Sim”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247