Coronel da PM que era oposto à maconha se rende ao medicamento após este salvar a vida sua filha

A filha do oficial sofre de uma doença rara provocada pelo zika vírus, chamada síndrome de Dandy Walker

(Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Um coronel da PM de Pernambuco, Israel de Moura Farias Júnior, se viu forçado a mudar de atitude em relação à maconha, medicamento este que ele combateu durante anos. A entrevista foi concedida originalmente ao portal Cannabis & Saúde na última terça-feira (22).

A filha do oficial sofre de uma doença rara provocada pelo zika vírus, chamada síndrome de Dandy Walker.

Ele conta que chegou a procurar diversos médicos, mas nenhum deles passava medicamentos que ajudassem a curar a causa do problema. Até que a esposa descobriu que o extrato de cannabis poderia ajudar a filha. O casal recorreu à Associação Brasileira Cannabis Esperança (Abrace), em João Pessoa (PB), para ajudar a encontrar a dosagem certa.

“Em setembro de 2020, a Gabrielle completou um ano sem crises convulsivas. E com efeitos colaterais zero. Ela come de tudo, bebe de tudo, dorme bem. A parte cognitiva melhorou muito, e também a parte motora”, disse o coronel.

Leia a íntegra na Revista Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247