CPI convoca EMSA e Foz-Saneatins para explicações

A CPI presidida pelo deputado Eduardo do Dertins (PPS) quer saber também qual é a participação percentual societária do Estado do Tocantins na empresa, os valores da negociação e sua efetivação, bem como maiores esclarecimentos sobre o contrato de venda da parte da EMZA para a Foz/Saneatins, entre outros questionamentos; foram convocados o diretor presidente e diretor vice-presidente da empreiteira EMSA, Anibal Crosara Júnior e José Correa Crosara, respectivamente, e o presidente da Foz/Saneatins, Mário Amaro

A CPI presidida pelo deputado Eduardo do Dertins (PPS) quer saber também qual é a participação percentual societária do Estado do Tocantins na empresa, os valores da negociação e sua efetivação, bem como maiores esclarecimentos sobre o contrato de venda da parte da EMZA para a Foz/Saneatins, entre outros questionamentos; foram convocados o diretor presidente e diretor vice-presidente da empreiteira EMSA, Anibal Crosara Júnior e José Correa Crosara, respectivamente, e o presidente da Foz/Saneatins, Mário Amaro
A CPI presidida pelo deputado Eduardo do Dertins (PPS) quer saber também qual é a participação percentual societária do Estado do Tocantins na empresa, os valores da negociação e sua efetivação, bem como maiores esclarecimentos sobre o contrato de venda da parte da EMZA para a Foz/Saneatins, entre outros questionamentos; foram convocados o diretor presidente e diretor vice-presidente da empreiteira EMSA, Anibal Crosara Júnior e José Correa Crosara, respectivamente, e o presidente da Foz/Saneatins, Mário Amaro (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades na Saneatins convocou nessa quinta-feira, 29, os respectivos diretor presidente e diretor vice-presidente da empreiteira EMSA, Anibal Crosara Júnior e José Correa Crosara, além do presidente da Companhia de Saneamento do Estado do Tocantins (Foz/Saneatins), Mário Amaro. Eles deverão dar esclarecimentos sobre supostos indícios de irregularidades na prestação de serviços da concessionária no Estado.

Segundo o presidente da CPI, deputado Eduardo do Dertins (PPS), a convocação é necessária porque as informações enviadas até o momento pela Foz/Saneatins são insuficientes. Ele cita como exemplo a cópia, até o momento não fornecida à comissão, dos contratos originais de concessão assinados entre os municípios atendidos pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) e a Saneatins.

A CPI quer saber também qual é a participação percentual societária do Estado do Tocantins na empresa, os valores da negociação e sua efetivação, bem como maiores esclarecimentos sobre o contrato de venda da parte da EMZA para a Foz/Saneatins, entre outros questionamentos.

Ainda na sessão, os deputados deliberaram que será realizada nesta quinta-feira, dia 29, uma visita da comissão ao Ministério Público, a partir das 16 horas. Ficou marcada para a próxima quinta-feira, dia 5 de junho, às 10 horas, mais uma reunião da CPI. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247