Defesa de filho de Lula desmente Cantanhêde

Advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins desmentiram nesta sexta-feira, 27, informação publicada pela Coluna Estadão e pela colunista Eliane Catanhêde, de que a empresa LFT Marketing Esportivo Ltda., de propriedade de Luis Cláudio, teria adquirido uma cadeira no valor de R$ 15.000,00; "A informação correta, que consta no Livro Razão da empresa, e que está lastreada em nota fiscal, é que foram compradas 11 (onze) cadeiras pelo valor total de R$ 10.890,00", diz a defesa, apresentando nota fiscal da compra; "Lamenta-se que os jornalistas de "O Estado de S.Paulo" não se preocupem em checar a veracidade das informações e reproduzam mentiras, de forma repetida, nas páginas do veículo"

Advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins desmentiram nesta sexta-feira, 27, informação publicada pela Coluna Estadão e pela colunista Eliane Catanhêde, de que a empresa LFT Marketing Esportivo Ltda., de propriedade de Luis Cláudio, teria adquirido uma cadeira no valor de R$ 15.000,00; "A informação correta, que consta no Livro Razão da empresa, e que está lastreada em nota fiscal, é que foram compradas 11 (onze) cadeiras pelo valor total de R$ 10.890,00", diz a defesa, apresentando nota fiscal da compra; "Lamenta-se que os jornalistas de "O Estado de S.Paulo" não se preocupem em checar a veracidade das informações e reproduzam mentiras, de forma repetida, nas páginas do veículo"
Advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins desmentiram nesta sexta-feira, 27, informação publicada pela Coluna Estadão e pela colunista Eliane Catanhêde, de que a empresa LFT Marketing Esportivo Ltda., de propriedade de Luis Cláudio, teria adquirido uma cadeira no valor de R$ 15.000,00; "A informação correta, que consta no Livro Razão da empresa, e que está lastreada em nota fiscal, é que foram compradas 11 (onze) cadeiras pelo valor total de R$ 10.890,00", diz a defesa, apresentando nota fiscal da compra; "Lamenta-se que os jornalistas de "O Estado de S.Paulo" não se preocupem em checar a veracidade das informações e reproduzam mentiras, de forma repetida, nas páginas do veículo" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - Os advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, que fazem a defesa de  Luis Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, desmentiram nesta sexta-feira, 27, informação publicada pelo jornal Estado de S. Paulo de que a empresa LFT Marketing Esportivo Ltda., de propriedade de Luis Cláudio, teria adquirido uma cadeira no valor de R$ 15.000,00.

"A informação correta, que consta no Livro Razão da empresa, e que está lastreada em nota fiscal, é que foram compradas 11 (onze) cadeiras pelo valor total de R$ 10.890,00", diz a defesa, em nota, anexando a nota fiscal da compra.

A informação foi veiculada tanto na "Coluna do Estadão" (27.04.2016), como na coluna de Eliane Cantanhêde (29.04.2016). "Lamenta-se que os jornalistas de "O Estado de S.Paulo" não se preocupem em checar a veracidade das informações e reproduzam mentiras, de forma repetida, nas páginas do veículo", afirmam os advogados.

"Nota de esclarecimento

É falsa a afirmação publicada pelo jornal "O Estado de S.Paulo", tanto na "Coluna do Estadão" (27.04.2016), como na coluna de Eliane Cantanhêde (29.04.2016), de que a empresa LFT Marketing Esportivo Ltda., de propriedade de Luis Cláudio Lula da Silva, teria adquirido uma cadeira no valor de R$ 15.000,00.

A informação correta, que consta no Livro Razão da empresa, e que está lastreada em nota fiscal, é que foram compradas 11 (onze) cadeiras pelo valor total de R$ 10.890,00.

Lamenta-se que os jornalistas de "O Estado de S.Paulo" não se preocupem em checar a veracidade das informações e reproduzam mentiras, de forma repetida, nas páginas do veículo.

Na condição de advogados de Luis Cláudio Lula da Silva, pedimos a retificação das referidas notícias, com base na Lei nº 13.188/2015.

Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins"

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email