'Dilma não possui liderança para retomar crescimento'

Deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) continua batendo na presidente Dilma; pelo Facebook, o parlamentar disse que "o efeito mais perverso da crise econômica deve rondar o Brasil pelos próximos anos. Dilma nos colocou numa crise profunda e dá claro sinais que não possui liderança para nos retirar dela"; "Em 2015 algumas medidas poderiam ter sido tomadas, como enxugar a máquina pública, modernizar nossa infraestrutura, simplificar as regras tributárias, diminuição da burocracia, investir na qualidade da educação, mas o Governo ficou imóvel. O País está parado"

Deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) continua batendo na presidente Dilma; pelo Facebook, o parlamentar disse que "o efeito mais perverso da crise econômica deve rondar o Brasil pelos próximos anos. Dilma nos colocou numa crise profunda e dá claro sinais que não possui liderança para nos retirar dela"; "Em 2015 algumas medidas poderiam ter sido tomadas, como enxugar a máquina pública, modernizar nossa infraestrutura, simplificar as regras tributárias, diminuição da burocracia, investir na qualidade da educação, mas o Governo ficou imóvel. O País está parado"
Deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) continua batendo na presidente Dilma; pelo Facebook, o parlamentar disse que "o efeito mais perverso da crise econômica deve rondar o Brasil pelos próximos anos. Dilma nos colocou numa crise profunda e dá claro sinais que não possui liderança para nos retirar dela"; "Em 2015 algumas medidas poderiam ter sido tomadas, como enxugar a máquina pública, modernizar nossa infraestrutura, simplificar as regras tributárias, diminuição da burocracia, investir na qualidade da educação, mas o Governo ficou imóvel. O País está parado" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) continua batendo na presidente Dilma Rousseff (PT). Pelo Facebook, o parlamentar disse, nesta quinta-feira (7), que "o efeito mais perverso da crise econômica deve rondar o Brasil pelos próximos anos. Dilma nos colocou numa crise profunda e dá claro sinais que não possui liderança para nos retirar dela".

"Em 2015 algumas medidas poderiam ter sido tomadas, como enxugar a máquina pública, modernizar nossa infraestrutura, simplificar as regras tributárias, diminuição da burocracia, investir na qualidade da educação, mas o Governo ficou imóvel. O País está parado", complementou.

O democrata listou, nesta quarta-feira (6), seis motivos para que o PT saia da presidência da República. "Proclamaram-se arautos do bem, mas apadrinharam a corrupção; prometeram o futuro, mas deram marcha-ré no crescimento da economia; fizeram lindos discursos, mas nunca souberam governar; fingiram-se de humildes, mas se locupletaram na bajulação; falavam na verdade, mas manipulavam  informações oficiais, cultivavam a soberba, julgando-se eternos no poder", disse Mendonça.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247