Doria é campeão de rejeição em São Paulo: 32%

O Datafolha sobre a corrida para o governo de São Paulo coloca o candidato do PSDB João Doria na liderança com 25%, seguido por Paulo Skaf, do MDB, com 20%; Doria, no entanto, tem alto índice de rejeição - o maior entre os concorrentes: 32%; o atual governador, Márcio França (PSB) e o candidato do PT, Luiz Marinho, estão empatados com 4%; a professora Lisete (PSOL) e o Major Costa e Silva (DC) registraram 2% de intenção de voto

Doria é campeão de rejeição em São Paulo: 32%
Doria é campeão de rejeição em São Paulo: 32% (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

247 - O Datafolha sobre a corrida para o governo de São Paulo coloca o candidato do PSDB João Doria na liderança com 25%, seguido por Paulo Skaf, do MDB, com 20%. Doria, no entanto, tem alto índice de rejeição - o maior entre os concorrentes: 32%. O atual governador, Márcio França (PSB) e o candidato do PT, Luiz Marinho, estão empatados com 4%. A professora Lisete (PSOL) e o Major Costa e Silva (DC) registraram 2% de intenção de voto. 

A pesquisa publicada no jornal Folha de S. Paulo, aponta que 37% dos eleitores não têm candidato. Desse montante, 26% pretendem votar em branco ou nulo e 11% estão indecisos. 

O Datafolha também simulou um cenário de pergunta espontânea. Neste cenário, quando os nomes dos candidatos não são apresentados, Doria e Skaf foram os mais lembrados, com 6% e 4%, respectivamente.

Nos detalhamentos técnicos e divididos por estratos, Doria obtém maior vantagem sobre Skaf no grupo dos mais ricos (38% a 21%) e dos menos instruídos (22% a 13%). No interior do estado, Doria também prevalece sobre Skaf: o tucano tem 26%, contra 19% do emedebista.

A capital, porém, apresenta um quadro diferente e mais disputado, muito em função da rejeição de Doria no Município de São Paulo: ali, Doria tem 23% e Skaf tem 22%. 

Na disputa pelo Senado, Eduardo Suplicy (PT) lidera com folga. Tem 32% das intenções de voto. Na sequência aparecem Mario Covas Neto (Podemos), com 18%, e Major Olímpio (PSL), com 13%.

A pesquisa aferiu 2.018 pessoas, em 50 cidades de São Paulo, entre segunda (20) e terça (21). A margem de erro, como de costume nas prospecções do Instituto, é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247