Filha de ex-paciente de Teich pede desculpas: 'fui invadida por dores da morte da minha mãe'

Após dizer que Nelson Teich é um "monstro", Regina Pussente, filha de uma ex-paciente do novo ministro da Saúde, afirmou ter feito críticas a ele porque foi "invadida por lembranças muito dolorosas" por conta da morte da mãe dela

www.brasil247.com - Novo ministro da Saúde, Nelson Teich tomou posse nesta sexta-feira (17), em meio à crise do coronavírus
Novo ministro da Saúde, Nelson Teich tomou posse nesta sexta-feira (17), em meio à crise do coronavírus (Foto: Júlio Nascimento/PR)


247 - Filha de uma ex-paciente do novo ministro da Saúde, Regina Pussente se retratou após tecer críticas a Nelson Teich, atual ocupante do cargo. 

"Como expliquei em um post anterior, fui invadida por lembranças muito dolorosas por conta da morte da minha mãe. E por isso, fiz um comentário infeliz a respeito do Dr. Nelson, qdo médico ( minha morreu em 1999). Acabei me excedendo com o Ministro Nelson em 2020", disse ela em um segundo post no Facebook sobre o tema. 

Na primeira postagem, ela disse não ter algo "contra a pessoa do Sr. Ministro". "O que tenho é um sentimento em relação a uma situação que vivi e que de forma desrespeitosa foi exposta por “jornalistas” e pessoas irresponsáveis".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas críticas dirigidas ao médico, Regina afirmou que "este monstro, mesmo sabendo do estado terminal e das dores absurdas que ela estava sentindo, deixou ela esperando um tempão por atendimento".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email