Filha de ex-paciente de Teich diz que novo ministro da Saúde é um monstro

Filha de uma ex-paciente do novo ministro, Regina Pussente diz que o oncologista Nelson Teich deixou sua mãe em estado terminal de câncer agonizando. "Ele se dirigiu a nós e disse o seguinte: 'Não adianta fazer nada, ela vai morrer. Deitem ela na maca da sala ao lado, quando tudo terminar, irei atender'", diz o post

(Foto: Reprodução| ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Filha de uma ex-paciente do novo ministro, Regina Pussente fez duras críticas ao novo ministro da Saúde, Nelson Teich, que substituiu Luiz Henrique Mandetta em meio à pandemia do novo coronavírus. 

Em post publicado nas redes sociais, compartilhado pelo jornalista Hélio Doyle, Regina Pussante chama Nelson Teich de "monstro" e diz que o oncologista foi médico de sua mãe. 

"Este monstro, mesmo sabendo do estado terminal e das dores absurdas que ela estava sentindo, deixou ela esperando um tempão por atendimento. Depois de reclamarmos, ele saiu do consultório dele, se dirigiu a nós e disse o seguinte, para uma pessoa que estava já agonizando: 'Não adianta fazer nada, ela vai morrer. Deitem ela na maca da sala ao lado, quando tudo terminar, irei atender'", diz o post. 

Em vídeo que viralizou nas redes sociais, Nelson Teich aparece falando que jovens devem ter prioridade em relação aos idosos. “Na Saúde, o dinheiro é limitado e escolhas são inevitáveis”, diz Teich, em um vídeo de abril de 2019 (assista). 

Após a repercussão das críticas, Regina Pussente voltou às redes sociais e fez uma retratação em relação às suas declarações, dizendo não ter algo "contra a pessoa do Sr. Ministro". "O que tenho é um sentimento em relação a uma situação que vivi e que de forma desrespeitosa foi exposta por “jornalistas” e pessoas irresponsáveis".

Post filha de ex-paciente Nelson Teich

(*Matéria atualizada às 17h de 17.4.20, para acréscimo de novas informações)

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247