Fontana: “a crise institucional brasileira vai se agravar muito”

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou a decisão do STF, que negou o Habeas Corpus do ex-presidente Lula - o placar foi de 6x5; "Depois de mais esta injustiça decidida pelo STF por apenas 1 voto a crise institucional brasileira vai se agravar muito. Precisamos consolidar uma frente em defesa da democracia, das eleições livres e diretas,contra o ódio e a intolerância do fascismo e pela liberdade de Lula", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou a decisão do STF, que negou o Habeas Corpus do ex-presidente Lula - o placar foi de 6x5; "Depois de mais esta injustiça decidida pelo STF por apenas 1 voto a crise institucional brasileira vai se agravar muito. Precisamos consolidar uma frente em defesa da democracia, das eleições livres e diretas,contra o ódio e a intolerância do fascismo e pela liberdade de Lula", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter
O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou a decisão do STF, que negou o Habeas Corpus do ex-presidente Lula - o placar foi de 6x5; "Depois de mais esta injustiça decidida pelo STF por apenas 1 voto a crise institucional brasileira vai se agravar muito. Precisamos consolidar uma frente em defesa da democracia, das eleições livres e diretas,contra o ódio e a intolerância do fascismo e pela liberdade de Lula", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal, que negou o Habeas Corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - o placar foi de 6x5.

"Depois de mais esta injustiça decidida pelo STF por apenas 1 voto a crise institucional brasileira vai se agravar muito. Precisamos consolidar uma frente em defesa da democracia, das eleições livres e diretas,contra o ódio e a intolerância do fascismo e pela liberdade de Lula", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter.

"Ministra Carmen Lúcia aprofunda crise institucional e ataca a democracia brasileira ao se negar a pautar a ação direta de constitucionalidade que dará segurança jurídica ao Brasil e que pode impedir a injusta prisão de @LulapeloBrasil Direito penal do inimigo não serve ao Brasil".

As Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADC) poderia impedir a prisão do ex-presidente antes de esgotar todos os recursos judiciais - o artigo 5º da Constituição prevê que o réu não será considerado culpa até o trânsito em julgado de uma sentença.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247