Marta tem status de candidata em convenção

Senadora Marta Suplicy foi recebida na convenção do PMDB paulista, nesta manhã, em São Paulo, com status de candidata à prefeitura da capital; presente do evento, vice-presidente da República, Michel Temer, discursou pregando a união do partido diante dos boatos de racha envolvendo a eleição de 2016; secretário do prefeito Fernando Haddad, peemedebista Gabriel Chalita defende o apoio à reeleição do petista

Senadora Marta Suplicy foi recebida na convenção do PMDB paulista, nesta manhã, em São Paulo, com status de candidata à prefeitura da capital; presente do evento, vice-presidente da República, Michel Temer, discursou pregando a união do partido diante dos boatos de racha envolvendo a eleição de 2016; secretário do prefeito Fernando Haddad, peemedebista Gabriel Chalita defende o apoio à reeleição do petista
Senadora Marta Suplicy foi recebida na convenção do PMDB paulista, nesta manhã, em São Paulo, com status de candidata à prefeitura da capital; presente do evento, vice-presidente da República, Michel Temer, discursou pregando a união do partido diante dos boatos de racha envolvendo a eleição de 2016; secretário do prefeito Fernando Haddad, peemedebista Gabriel Chalita defende o apoio à reeleição do petista (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - A senadora Marta Suplicy esteve na convenção estadual do PMDB na manhã deste sábado, em São Paulo, e foi a principal atração do evento, realizado na Alesp. O vice-presidente da República e presidente nacional do partido, Michel Temer, também compareceu.

A ex-petista foi recebida por simpatizantes que usavam camisetas com seu nome, numa mostra de Marta é pré-candidata à prefeitura da capital paulista. Mesmo com clima de racha no partido, pois o secretário municipal da Educação, Gabriel Chalita, defende apoio á reeleição de Fernando Haddad (PT), o teor dos discursos foi de união. 

Marta disse que foi bem recebida no PMDB e agradeceu a "liderança" de Temer. "Me senti respeitada, acolhida, e percebi que tinha uma liderança forte ali". A senadora criticou o governo Dilma Rousseff, do qual foi ministra da Cultura (2012-2014). "O que eu percebo é um momento de crise muito séria no país", disse. "Unidos, construiremos um novo Brasil, sob a liderança do Michel Temer".

O vice-presidente reforçou a tese de união dentro PMDB paulista. "Vocês têm ideia do que significa a unidade do PMDB de São Paulo para o PMDB nacional... A gente faz isso na área nacional, na área estadual e na área municipal, não é, Chalita?".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email