Michael Schumacher deixa hospital e vai para casa

"Daqui em diante, a reabilitação de Michael vai ser feita em sua casa. Considerando as graves lesões sofridas por ele, houve algum progresso nas últimas semanas e meses", disse o breve comunicado, emitido pela empresária do ex-piloto, Sabine Kehm

Ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher durante coletiva de imprensa no circuito de Mugello, na Itália. 24/01/2006. REUTERS/Tony Gentile
Ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher durante coletiva de imprensa no circuito de Mugello, na Itália. 24/01/2006. REUTERS/Tony Gentile (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

GENEBRA (Reuters) - Michael Schumacher deixou o hospital para continuar sua recuperação em casa, mas o ex-piloto sete vezes campeão de Fórmula 1 ainda deve enfrentar "uma longa e difícil estrada adiante" após sofrer um acidente de esqui no ano passado, disse um comunicado nesta terça-feira.

"Daqui em diante, a reabilitação de Michael vai ser feita em sua casa. Considerando as graves lesões sofridas por ele, houve algum progresso nas últimas semanas e meses", disse o breve comunicado, emitido por sua empresária, Sabine Kehm.

"Há ainda, no entanto, uma longa e difícil estrada adiante", diz o texto.

Um porta-voz do hospital universitário de Lausane confirmou que o ex-piloto alemão de 45 anos deixou o local.

Schumacher sofreu uma grave lesão na cabeça em um acidente de esqui nos Alpes Franceses no fim de dezembro e foi transferido para Lausane, na Suíça, em junho, após sair do coma. Ele foi submetido a estímulos dos sentidos em uma área ao ar livre do hospital escondida da visão de curiosos.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247