Minas enxuga máquina para investir R$ 1 bilhão

Tucano Antonio Anastasia reinicia nesta quinta o processo de enxugamento da máquina pública em Minas Gerais para eliminar algumas despesas; seis secretarias foram extintas e 2 mil cargos eliminados; de agosto, quando as primeiras medidas foram tomadas, até agora, houve uma economia de R$ 142 milhões; queda dos repasses federais em torno de R$ 1,5 bilhão e queda do FPE de R$ 350 milhões motivam enxugamento

Minas enxuga máquina para investir R$ 1 bilhão
Minas enxuga máquina para investir R$ 1 bilhão

247 - O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), reinicia nesta quinta-feira (2) a reforma administrativa que pretende gerar uma economia de R$ 1 bilhão nos cofres do governo, que está em aperto financeiro, em decorrência do corte de repasses federais e queda do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

Foram publicadas no "Diário Oficial" do Estado do último dia de 2013 as extinções e fusões de secretarias e órgãos públicos. As secretarias foram reduzidas de 23 para 17. Essas mudanças vão significar cortes de aproximadamente 2 mil cargos comissionados e eliminarão gastos com o custeio, segundo promete o tucano.

Desde agosto, quando as primeiras medidas foram tomadas, houve uma economia de R$ 142 milhões. De acordo com o governo tucano, a queda dos repasses federais vai girar em torno de R$ 1,5 bilhão e estima-se que a queda do FPE deve chegar a R$ 350 milhões.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247