MTST organiza ato “Contra a Direita por Mais Direitos”

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta
O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas. O protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, no Largo do Batata, Zona Oeste de São Paulo.

"Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta.

O MTST também pretende entregar um documento com uma série de reivindicações para ser entregue ao Governo Federal para cobrar a implantação da terceira fase do programa Minha Casa. Minha Vida, que deverão ter sido lançada em março. "O Ministério das Cidades tem postergado a nova fase. A cada encontro que nossos representantes têm com eles para tratar da pauta, vemos isso", disse Natália.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247