MTST organiza ato “Contra a Direita por Mais Direitos”

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta
O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas; protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, Zona Oeste de São Paulo; "Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) prepara um ato para pedir a reforma politica e cobrar o fim do financiamento privado de campanhas eleitorais e a taxação de grandes fortunas. O protesto está marcado para acontecer no próximo dia 15, no Largo do Batata, Zona Oeste de São Paulo.

"Nosso mote será Contra a Direita por Mais Direitos. Teremos um posicionamento de oposição às manifestações do dia 15 de março. Em conversa com outros movimentos sociais, decidiremos o trajeto que faremos a partir do Largo da Batata. Nossa luta é por direitos, por igualdade", disse a coordenadora do MTST, Natália Szermeta.

O MTST também pretende entregar um documento com uma série de reivindicações para ser entregue ao Governo Federal para cobrar a implantação da terceira fase do programa Minha Casa. Minha Vida, que deverão ter sido lançada em março. "O Ministério das Cidades tem postergado a nova fase. A cada encontro que nossos representantes têm com eles para tratar da pauta, vemos isso", disse Natália.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247