MTST protesta para regularização de terreno ocupado em SP

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), da Ocupação Esperança Vermelha, se concentram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp) na Avenida Paulista, para pedir que a Caixa Econômica faça a avaliação e vistoria do terreno onde fica a ocupação, localizada no bairro Cidade Tiradentes, zona leste da capital paulista

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), da Ocupação Esperança Vermelha, se concentram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp) na Avenida Paulista, para pedir que a Caixa Econômica faça a avaliação e vistoria do terreno onde fica a ocupação, localizada no bairro Cidade Tiradentes, zona leste da capital paulista
Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), da Ocupação Esperança Vermelha, se concentram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp) na Avenida Paulista, para pedir que a Caixa Econômica faça a avaliação e vistoria do terreno onde fica a ocupação, localizada no bairro Cidade Tiradentes, zona leste da capital paulista (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), da Ocupação Esperança Vermelha, se concentram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp) na tarde desta quinta-feira (7), na Avenida Paulista, para pedir que a Caixa Econômica Federal faça a avaliação e vistoria do terreno onde fica a ocupação, localizada no bairro Cidade Tiradentes, zona leste da capital paulista.

De acordo com o grupo, a análise e vistoria do terreno são necessárias para que seja possível a aprovação de projetos de construção de moradias populares no local.

Os manifestantes pretendem caminhar até o prédio da Caixa Econômica Federal, informou a coordenação do movimento.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247