'Nordeste não pode perder o que já conquistou'

O governador Jackson Barreto participou nesta sexta (8) da III Reunião dos Governadores do Nordeste, em Natal, capital do Rio Grande do Norte; na pauta prioritária, as estratégias para defender a manutenção e a continuidade dos investimentos nos estados nordestinos, através de obras estruturantes e da maior agilidade das operações de crédito para os estados nordestinos; “Precisamos defender os interesses dos nossos estados. O Nordeste não pode perder o que já conquistou. Nossa pauta é importante para evitar recessão e garantir o crescimento que vem acontecendo desde o governo Lula, diminuindo as desigualdades econômicas e sociais que ainda são grandes em relação ao Sudeste a ao Sul do país” disse

O governador Jackson Barreto participou nesta sexta (8) da III Reunião dos Governadores do Nordeste, em Natal, capital do Rio Grande do Norte; na pauta prioritária, as estratégias para defender a manutenção e a continuidade dos investimentos nos estados nordestinos, através de obras estruturantes e da maior agilidade das operações de crédito para os estados nordestinos; “Precisamos defender os interesses dos nossos estados. O Nordeste não pode perder o que já conquistou. Nossa pauta é importante para evitar recessão e garantir o crescimento que vem acontecendo desde o governo Lula, diminuindo as desigualdades econômicas e sociais que ainda são grandes em relação ao Sudeste a ao Sul do país” disse
O governador Jackson Barreto participou nesta sexta (8) da III Reunião dos Governadores do Nordeste, em Natal, capital do Rio Grande do Norte; na pauta prioritária, as estratégias para defender a manutenção e a continuidade dos investimentos nos estados nordestinos, através de obras estruturantes e da maior agilidade das operações de crédito para os estados nordestinos; “Precisamos defender os interesses dos nossos estados. O Nordeste não pode perder o que já conquistou. Nossa pauta é importante para evitar recessão e garantir o crescimento que vem acontecendo desde o governo Lula, diminuindo as desigualdades econômicas e sociais que ainda são grandes em relação ao Sudeste a ao Sul do país” disse (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

ASN - O governador Jackson Barreto participou nesta sexta-feira, 08, da III Reunião dos Governadores do Nordeste, em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Na pauta prioritária, as estratégias para defender a manutenção e a continuidade dos investimentos nos estados nordestinos, através de obras estruturantes e da maior agilidade das operações de crédito para os estados nordestinos.

“Precisamos defender os interesses dos nossos estados. O Nordeste não pode perder o que já conquistou. Nossa pauta é importante para evitar recessão e garantir o crescimento que vem acontecendo desde o governo Lula, diminuindo as desigualdades econômicas e sociais que ainda são grandes em relação ao Sudeste a ao Sul do país” disse o governador.

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria disse que este encontro serve principalmente para mostrar a união dos estados nordestinos em busca dos seus interesses mais legítimos. “Não podemos perder o foco do desenvolvimento”, afirmou.

O Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, buscou um entendimento entre os governadores para apoiar o projeto que reduz as alíquotas do ICMS em todos os estados brasileiros. “Até junho é preciso que todos estejam unidos em relação à redução da alíquota do ICMS para que ela receba o apoio político no Senado Federal”, disse o ministro na reunião preparatória com os governadores que aconteceu durante café-da-manhã em hotel da Via Costeira.

Os secretários de Fazenda dos estados nordestinos aprovam a proposta do Ministério da Fazenda, mas querem que o Governo Federal crie um fundo constitucional que garanta a atração de empresas que queiram instalar-se no Nordeste. O secretário da Fazenda de Sergipe, Jeferson Passos, entende que a reforma do ICMS melhora a arrecadação, mas diminui a capacidade de atração de empresas através de incentivos.

“Precisamos deste fundo para investir em infraestrutura com capacidade de atrair o interesse de empresas que queiram se instalar em nossos estados. Esse acordo seria capaz de unificar o interesse de todos os estados nordestinos para dar o apoio político que o Governo Federal deseja para aprovar a convergência das alíquotas”, afirmou Passos.

O ministro Joaquim Levy solicitou que os estados preparassem um documento deixando mais claro como seria a utilização dos recursos deste fundo e disse que estava aberto para analisar a proposta. Levy colocou na mesa de negociação a pactuação de uma carteira de investimentos em obras estruturantes . “Precisamos estabelecer um acordo de confiança. Passamos por um momento difícil e apesar do impacto no reajuste fiscal, estamos dispostos a consolidar este acordo”, afirmou o ministro.

Levy disse ainda que vai receber os representantes dos estados a partir da próxima semana para tratar do destravamento das operações de crédito, uma das reivindicações prioritárias de todos os estados nordestinos. “O Nordeste não pode parar”, disse.

Em sua fala, o governador Jackson Barreto colocou algumas questões que precisam acontecer para garantir melhorias na infraestrutura de Sergipe e que têm potencial para garantir a dinâmica da economia do estado. “Um exemplo em nosso estado é o aeroporto. O governo já investiu R$ 40 milhões no entorno do aeroporto, a pista está sendo duplicada, mas a Infraero não está cumprindo com a construção do terminal. É preciso avançar”, disse o governador.

Jackson Barreto disse ao ministro Levy que os estados nordestinos não podem abrir mão da continuidade dos investimentos em programas como Minha Casa, Minha Vida, as obras do PAC e os investimentos da Petrobras. “Essas obras, além do benefício que elas representam, geram empregos e renda para nossa população. Precisam continuar”, pontuou.

A reunião acontece durante a tarde no Centro de Convenções de Natal e no final será divulgada a Carta de Natal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247