247 pede desculpas aos leitores por ter publicado artigo que celebrava a morte do general Soleimani

Coluna de opinião de Mauro Nadvorny comemorava a morte do general iraniano Qassem Soleimani, ordenada por Donald Trump. O 247 não admite celebração de mortes, em qualquer circunstância. O texto foi retirado do ar

General Soleimani
General Soleimani (Foto: HispanTV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil 247 pede desculpas aos seus leitores por ter publicado - por algumas horas - nesta sexta-feira 3 uma coluna de opinião que comemorava o assassinato do general iraniano Qassem Soleimani. O 247 não admite celebração de mortes, em qualquer circunstância.

O texto, de autoria de Mauro Nadvorny, colunista do 247, já foi retirado do ar e do Twitter, onde também chegou a ser compartilhado.

A morte do general Soleimani se deu por meio de um ataque terrorista no aeroporto de Bagdá por ordem do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que perde espaço e influência na região.

Na avaliação do ex-chanceler Celso Amorim, trata-se do momento mais perigoso na relação entre Estados desde a crise dos mísseis (Cuba), em 1960. "Nunca estivemos tão próximos de um conflito armado direto entre dois Estados", acredita.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247