Após ataque da Secom a Adnet, a internet ironiza Tas e questiona: era em Cuba que não se podia fazer humor?

Depois da agressão do governo Bolsonaro ao humorista Marcelo Adnet, que criticou um vídeo ridículo de Mário Frias, internautas colocaram a palavra Cuba nos trending topics. Isso porque Marcelo Tas disse no Roda Viva com Adnet que Cuba proibia o humor. Mas a ditadura é aqui

Tas e Marcelo Adnet
Tas e Marcelo Adnet (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após a Secretaria de Comunicação (Secom) do governo Jair Bolsonaro atacar o humorista Marcelo Adnet, que imitou o secretário de Cultura, Mário Frias, internautas ironizaram Marcelo Tas afirmar que autoridades de Cuba proibem o humor. 

"Então essa é a paródia do @MarceloAdnet que o governo não quer que as pessoas assistam? Poxa, então NÃO vamos compartilhar, né? Ai ai, e eu achava que era em Cuba que não podia tirar sarro do governo...", disse um usuário no Twiter.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou na tarde deste sábado (5) que representará a Secom no Ministério Público Federal (MPF) por improbidade administrativa. O canal oficial da Secom foi usado para atacar Marcelo Adnet.

O deputado federal Alencar Santana Braga (PT-SP) também disse no Twitter que denunciará Frias à Comissão de Ética da presidência.

O ator Mário Frias chamou Adnet de "garoto frouxo e sem futuro", "crápula" e "Judas".

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email