Atleta vítima de racismo pede que Bocardi faça retratação ao vivo na Globo

Jogador de polo aquático no Clube Pinheiros, em São Paulo, Leonel Diaz afirma não ter ficado ofendido por ter sido confundido com um pegador de bolinhas de tênis, mas discorda do argumento do jornalista, de que seu uniforme é parecido

Rodrigo Bocardi
Rodrigo Bocardi (Foto: Reprodução)

247 - Atleta que ficou amplamente conhecido após uma entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo, no dia 7 de fevereiro, Leonel Diaz, que joga polo aquático no Clube Pinheiros, pediu retratação do jornalista Rodrigo Bocardi ao vivo por tê-lo confundido com um pegador de bolinhas de tênis.

Diaz esperava pelo Metrô na Linha 3-Vermelha com a camiseta do Clube Pinheiros quando foi abordado pelo repórter Thiago Scheuer para falar sobre o transporte. Do estúdio, Bocardi pediu para que o repórter perguntasse ao atleta se ele estava indo pegar bolinhas de tênis no clube. 

O jovem respondeu que era atleta de polo aquático. As redes repercutiram o comentário como sendo preconceituoso, uma vez que Diaz é negro. Bocardi se manifestou depois, respondendo que apenas que confundiu o uniforme dos gandulas, que em sua avaliação era parecido.

Em entrevista ao iG Esporte, Leonel Diaz disse que achou que o comentário “foi um pouco mal-intencionado, já que as cores do clube são azul e preto, e a blusa dos garotos que repõem as bola de tênis no clube não era parecida com a minha, o único detalhe que tinha de igual era o símbolo da entidade”.

Sobrinho de um dos ícones de polo aquático no país, o cubano (assim como ele) Barbaro Diaz, Leonel Diaz explicou, porém, não ter ficado ofendido com o comentário, mas pediu uma retratação do jornalista.

“Também gostaria de falar que não fiquei ofendido, porque se eu fosse pegador de bolinha, seria com muito orgulho, já que grandes atletas fizeram o mesmo. Enfim, pra finalizar eu quero que o âncora se retrate ao vivo, já que o comentário que ele fez foi ao vivo”, acrescentou.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247