Em sigilo, Bolsonaro vetou outra campanha publicitária de estatal

O Banco do Brasil não foi a única vítima da tesoura do governo Bolsonaro nas campanhas publicitárias das estatais. Filmes e peças publicitárias tratando sobre educação de trânsito foram vetadas pela comunicação do governo antes da abertura de capital

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Banco do Brasil não foi a única vítima da tesoura do governo Bolsonaro nas campanhas publicitárias das estatais. A informação é da revista Veja. 

Produzidos pela agência NBS para a BR Petrobras, filmes e peças publicitárias tratando sobre educação de trânsito foram vetadas pela comunicação do governo antes da abertura de capital.

A campanha ganharia as ruas no fim de abril. O governo abriu mão do controle da distribuidora em julho. A campanha publicitária tinha vídeos de cerca de um minuto. Um deles pergunta aos motoristas se eles topariam participar de um abaixo-assinado para a aprovação de uma lei que garanta espaço para um cadeirante sair do carro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email