Folha: Fábio Wajngartem incorreu em imprecisões ao contestar editorial

Em tensão superficial com Bolsonaro, o jornal Folha de S. Paulo respondeu ao artigo pubicado pelo seecretário de Comunicação do governo, Fábio Wajngarten. O jornal contesta as informações de Wajngarten e afirma, de maneira defensiva, ter sido neutro na cobertura das eleições e do governo

247 - Em tensão superficial com Bolsonaro, o jornal Folha de S. Paulo respondeu ao artigo pubicado pelo seecretário de Comunicação do governo, Fábio Wajngarten. O jornal contesta as informações de Wajngarten e afirma, de maneira defensiva, ter sido neutro na cobertura das eleições e do governo. 

O jornal diz que "Fábio Wajngarten, apresentou visão distorcida de fatos e incorreu em exageros e imprecisões ao contestar editorial do jornal com críticas ao presidente Jair Bolsonaro."

Leia o texto de Wajngarten publicado na Folha.

O texto da resposta relembra que "o editorial citou como exemplos as retaliações do ocupante do Planalto à imprensa crítica por meio de medidas provisórias e a licitação que tirou a Folha das compras de serviços do governo federal, atitude descrita no texto como discriminação a um meio de comunicação."

A resposta ainda sublinha que "na verdade, a Folha já publicou vários editoriais, textos que expressam a opinião do jornal e que em linhas gerais fazem uma avaliação positiva da política econômica do governo até este momento."

Leia a íntegra da resposta do jornal Folha de S. Paulo a Fábio Wajngartem

Ao vivo na TV 247 Youtube 247