Jones Manoel: Jereissati, infiltrado da Coca-Cola no Senado, não universalizaria o saneamento no Brasil

"É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um infiltrado da Coca-Cola no Senado ser responsável pela universalização do saneamento básico no Brasil", escreveu o youtuber Jones Manoel

Jones Manoel e Tasso Jereissati
Jones Manoel e Tasso Jereissati (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O filósofo e youtuber Jones Manoel ironizou que a relatoria do Projeto de Lei 4.162/2019, que estabelece um novo marco legal para o saneamento básico, esteja sob o comando do senador Tasso Jereissati, que tem vínculos com a Coca-Cola.

"Toda discussão aprofundada, técnica e de mérito sobre o 'marco' do saneamento é importante. Mas convenhamos: é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um infiltrado da Coca-Cola no Senado, um homem com patrimônio declarado de 533 milhões de reais, ser responsável pela universalização do saneamento básico no Brasil. Como já disse um antiimperialista condenado à morte: não é possível servir a dois senhores", escreveu Jones.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247