Lição para Doria: marketing ganha eleição; governar é outra coisa

O alerta é da jornalista Helena Chagas, do site Os Divergentes; "Quem o elegeu há nove meses decepcionou-se, pois não mostrou serviço na cidade e passou a ideia de oportunismo, ou seja, de pensar mais em si próprio – e num futuro mandato – do que em São Paulo. Os números do Datafolha, aliás, deixam bem explícita essa percepção", diz ela

O alerta é da jornalista Helena Chagas, do site Os Divergentes; "Quem o elegeu há nove meses decepcionou-se, pois não mostrou serviço na cidade e passou a ideia de oportunismo, ou seja, de pensar mais em si próprio – e num futuro mandato – do que em São Paulo. Os números do Datafolha, aliás, deixam bem explícita essa percepção", diz ela
O alerta é da jornalista Helena Chagas, do site Os Divergentes; "Quem o elegeu há nove meses decepcionou-se, pois não mostrou serviço na cidade e passou a ideia de oportunismo, ou seja, de pensar mais em si próprio – e num futuro mandato – do que em São Paulo. Os números do Datafolha, aliás, deixam bem explícita essa percepção", diz ela (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Helena Chaga, do site Os Divergentes, traz um alerta para o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB): marketing ganha eleição; governar é outra coisa.

"Quem o elegeu há nove meses decepcionou-se, pois não mostrou serviço na cidade e passou a ideia de oportunismo, ou seja, de pensar mais em si próprio – e num futuro mandato – do que em São Paulo. Os números do Datafolha, aliás, deixam bem explícita essa percepção", diz ela.

Segundo ela, esta lição serve não só para ele, mas "para todos os políticos ambiciosos do país". "Não há marketing que salve uma gestão se o governante não governar", afirma. Leia aqui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247