Mercado comemora saída de Carlos Bolsonaro das redes

Uma plateia de cerca de 500 representantes do mercado financeiro aplaudiu de pé a notícia de que o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho de Jair Bolsonaro, desativou suas contas nas redes sociais

(Foto: Reprodução)

247 - A tese de que os filhos de Jair Bolsonaro atrapalham a agenda de reformas parece prevalecer também entre representantes do mercado financeiro que comemoraram com aplausos a notícia de que o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) saiu das redes sociais.

Em uma plateia de cerca de 500 representantes do mercado financeiro, que participam do 14º Seminário Internacional da Acrefi (Siac Acrefi 2019), além dos aplausos ele ficaram de pé, quando a mestre de cerimônia do evento, a jornalista Christiane Pelajo, interrompeu o palestrante professor e filósofo, Fernando Schuler, para dar a notícia.

"Então vou dar uma notícia em primeira mão aos senhores. Carlos Bolsonaro anunciou hoje que deixou as redes sociais, por pelo menos um mês", disse a jornalista, levantando a plateia e arrancando aplausos.

Apesar da comemoração, é notório que Carluxo é responsável pelo perfil do pai na redes e, segundo ex-aliados com o Joice Hasselmann e Alexandre Frota, ele comanda as milícias virtuais bolsonaristas. 

O tema das redes sociais de Jair Bolsonaro e de seus filhos foi citada como estratégia para países emergentes do JPMorgan, Emy Shayo. A jornalista da Glob, no entanto, disse durante o evento que suas previsões econômicas duraria até o próximo tuíte de Bolsonaro.

A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247