Mônica Bergamo responde Eduardo Bolsonaro: Patricia Campos Mello se baseia em documentos e provas

Jornalista sai em defesa da colega da Folha de S.Paulo e responde novo ataque de Eduardo Bolsonaro, que diz que Patricia Campos Mello não tem isenção para "falar de Jair Bolsonaro"

Mônica Bergamo responde Eduardo Bolsonaro.
Mônica Bergamo responde Eduardo Bolsonaro. (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Mônica Bergamo saiu em defesa de Patricia Campos Mello, sua colega na Folha de S.Paulo, e rebateu novos ataques do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) contra a repórter que publicou denúncias sobre o esquema de disparos de fake news durante a campanha presidencial de Jair Bolsonaro.

Eduardo afirmou que Patricia não teria isenção para "falar de Jair Bolsonaro" por ser uma pessoa que "se assume petista". Ele compartilhou no post o trecho de uma entrevista em que Patricia se define como "uma pessoa de esquerda", que "sempre votou no PT". 

Mônica respondeu Eduardo: "Patricia Campos Mello não "fala" de Jair Bolsonaro. Ela faz reportagens baseadas em documentos, depoimentos, provas".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247