Movimento "Direitos-já" fez censura prévia contra Lula Livre

O jornalista Luís Nassif conta no GGN que, para a realização do evento do movimento "Direitos Já", ocorrido no último dia 2, no TUCA, foi contatado um grupo para apresentar trechos de “Liberdade, Liberdade". Seus integrantes sugeriram, então, o trecho sobre o julgamento de Sócrates. Imediatamente instalou-se o mal estar, porque o trecho poderia estimular alguma manifestação pró Lula-livre

247 - "Outro episódio revela o viés político do evento Direitos-Já, organizado por grupos ligados à esquerda do PSDB, e que teve a participação de leque amplo de políticos e organizações", escreve o jornalista Luís Nassif no GGN.

"O evento fez um controle feroz da entrada. Só poderiam entrar convidados para evitar a entrada e manifestações de estudantes. Em pleno TUCA".

"Para o evento, foi contatado um grupo para apresentar trechos de “Liberdade, Liberdade”, a peça histórica de Millor Fernandes e Flávio Rangel. O grupo teria 6 minutos para uma apresentação sobre o tema direitos. Seus integrantes sugeriram, então, o trecho sobre o julgamento de Sócrates. Imediatamente instalou-se o mal estar, porque o trecho poderia estimular alguma manifestação pró Lula-livre".

"O organizador do movimento, Fernando Guimaraes, exigiu então que o grupo submetesse o texto previamente a ele. O grupo considerou que era um ato de censura e se recusou a participar do evento. Era uma ironia atroz: 'Liberdade, Liberdade' é uma peça clássica contra todas as formas de coação, incluindo a censura prévia".

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247