Tijolaço: e o pré-sal já representa 53% da produção do País

"O pré-sal, aquela “porcaria” da qual o governo Temer e o energúmeno que administra a Petrobras querem se livrar o mais rápido possível, já responde por mais de 50% da produção brasileira de petróleo e gás e por exatos 53,1% da produção da petroleira nacional dentro do Brasil", diz Fernando Brito, editor do Tijolaço; "Judas é pouco para chamar essa gente que quer alienar essa riqueza imensa"

Operário checa amostra de petróleo na plataforma Cidade Angra dos Reis, no campo de Lula, a cerca de 300 km da costa do Rio de Janeiro. A Petrobras vai aumentar a produção neste ano com a operação de projetos atrasados e a entrada de plataformas previstas
Operário checa amostra de petróleo na plataforma Cidade Angra dos Reis, no campo de Lula, a cerca de 300 km da costa do Rio de Janeiro. A Petrobras vai aumentar a produção neste ano com a operação de projetos atrasados e a entrada de plataformas previstas (Foto: Leonardo Attuch)

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço

O pré-sal, aquela “porcaria” da qual o governo Temer e o energúmeno que administra a Petrobras querem se livrar o mais rápido possível, já responde por mais de 50% da produção brasileira de petróleo e gás  e por exatos 53,1% da produção da petroleira nacional dentro do Brasil.

Os dados divulgados ontem, certamente para desgosto do Governo mostram que o pré-sal  produziu em média 1,46 milhão de barris de óleo-equivalente (soma do petróleo e do gás natural), de um total de 2,75 milhões de barris de óleo-equivalente extraídos no país.

Aumento de de 7,3% em relação a agosto, que já havia sido recorde.

E de 45% em um ano, se comparado aos 1,03 milhões de barris  de setembro do ano passado.

Judas é pouco para chamar essa gente que quer alienar essa riqueza imensa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247