Afegão é morto a tiro ao tentar atravessar fronteira da Bulgária

“Um grande grupo de migrantes ilegais tentou entrar na Bulgária através da fronteira com a Turquia. Um homem levou um tiro durante o incidente e acabou por morrer quando estava sendo transportado para o hospital”, afirmou o porta-voz do Ministério do Interior em declarações à agência de notícias francesa AFP

“Um grande grupo de migrantes ilegais tentou entrar na Bulgária através da fronteira com a Turquia. Um homem levou um tiro durante o incidente e acabou por morrer quando estava sendo transportado para o hospital”, afirmou o porta-voz do Ministério do Interior em declarações à agência de notícias francesa AFP
“Um grande grupo de migrantes ilegais tentou entrar na Bulgária através da fronteira com a Turquia. Um homem levou um tiro durante o incidente e acabou por morrer quando estava sendo transportado para o hospital”, afirmou o porta-voz do Ministério do Interior em declarações à agência de notícias francesa AFP (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

Um migrante afegão foi atingido por tiro quando tentava atravessar a fronteira entre a Bulgária e a Turquia na noite dessa quinta-feira (15). Ele morreu a caminho do hospital, segundo o Ministério do Interior búlgaro.

“Um grande grupo de migrantes ilegais tentou entrar na Bulgária através da fronteira com a Turquia. Um homem levou um tiro durante o incidente e acabou por morrer quando estava sendo transportado para o hospital”, afirmou o porta-voz do Ministério do Interior em declarações à agência de notícias francesa AFP.

O incidente aconteceu perto da fronteira no Sudoeste da Bulgária, próximo à cidade de Sredets, acrescentou a fonte citada pela AFP.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email