China define limite populacional para Pequim

O limite populacional foi estabelecido por um decreto do Comitê Central do Partido Comunista Chinês e do Conselho Estadual com orientações para "controlar estritamente a escala da cidade"; foram estabelecidas a criação de uma zona de proteção ecológica e diretrizes para desacelerar o crescimento urbano

Homem em frente bandeira nacional da China, em Pequim. 11/05/2015 REUTERS/Kim Kyung-Hoon
Homem em frente bandeira nacional da China, em Pequim. 11/05/2015 REUTERS/Kim Kyung-Hoon (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

As autoridades chinesas definiram um teto para a população de Pequim: 23 milhões.

As informações são da revista The Diplomat.

Em 2010, a maior cidade da China registrou uma população de 19,6 milhões. Já 2016, este número saltou para 21,7 milhões.
A previsão é que o número de habitantes na capital chinesa chegue a 23 milhões em 2020 — e o objetivo é que este número não seja ultrapassado.

O limite populacional foi estabelecido por um decreto do Comitê Central do Partido Comunista Chinês e do Conselho Estadual com orientações para "controlar estritamente a escala da cidade". Foram estabelecidas a criação de uma zona de proteção ecológica e diretrizes para desacelerar o crescimento urbano.

O planejamento foi estabelecido para o período de 2016 a 2035.

Críticos do projeto afirmam que trata-se de uma medida que irá levar à gentrificação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247