Como último ato, Trump deve perdoar Steve Bannon

Clemência presidencial deve beneficiar um dos grandes articuladores da extrema direita no mundo, com forte influência sobre o clã Bolsonaro

Steve Bannon é cercado por fotógrafos ao deixar Corte Federal de Manhattan, em NY, solto depois de pagar fiança, na quinta-feira (20).
Steve Bannon é cercado por fotógrafos ao deixar Corte Federal de Manhattan, em NY, solto depois de pagar fiança, na quinta-feira (20). (Foto: Reuters/Andrew Kelly)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve conceder clemência ao ex-assessor da Casa Branca Steve Bannon como parte de uma onda de indultos e comutações que ele emitirá durante suas horas finais no cargo, de acordo com uma fonte familiarizada com as discussões.

Bannon foi acusado no ano passado de burlar os apoiadores de Trump por causa de um esforço para levantar fundos privados para construir o muro do presidente na fronteira dos EUA com o México.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email